(11) 5682 0200 | 2738 9752
Novidades Computer ID

Gol já usa reconhecimento facial para embarque em aviões

A Gol iniciou na última quarta-feira (29) testes em seu sistema de embarque com reconhecimento facial. A partir de agora, passageiros terão como resultado uma entrada mais rápida, não sendo necessária a apresentação do cartão de embarque.

De acordo com a Folha, o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, é o primeiro a contar com a novidade. A Gol usará um equipamento de reconhecimento facial com tela e câmera capaz de ler 1.024 pontos da face em cerca de dois segundos.

Segundo José Luiz Belixior Júnior, diretor de aeroportos da empresa, a Gol testará o sistema por 15 dias e não há previsões se mais aeroportos irão contar com o serviço. Como a Folha nota, o sistema de reconhecimento facial não possui parceria com alfândega ou política, então ele não terá como aprender padrões com base nos registros de pessoas barradas no Brasil — até o momento.

O perigo de qualquer ferramenta dessas é como as informações são coletadas e armazenadas, visto que o risco de vazamento de dados pode expor os cidadãos. Segundo o advogado Dennys Antonialli, diretor do InternetLab, centro de pesquisa independente em direito e tecnologia, “é fundamental que as empresas que estão adotando essas tecnologias sejam transparentes a respeito de quais dados são coletados, com quem são compartilhados e para que finalidades poderão ser utilizados. A depender da tecnologia utilizada, é possível que a empresa consiga extrair inferências sobre idade, personalidade, estado de saúde e emocional do consumidor”.

A Gol deixa claro que os dados armazenados são transformadas em um código, criptografado, que só será usado na hora do embarque. A responsável pelo desenvolvemento do sistema é a startup paulistana Fullface, que guarda os códigos referentes a cada passageiro, para que eles possam ser identificados em seu próximo embarque.

O passageiro fará um cadastro no portão de embarque, via tablets usados por funcionários da Gol. Será necessário digitar o o código de localização do voo e olhar durante 5 segundos para a câmera do aparelho. A Gol deixa claro que os dados de passageiros não serão compartilhados para outros serviços da empresa, como o Smiles.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/seguranca/141982-gol-usa-reconhecimento-facial-embarque-avioes.htm



« Voltar