(11) 5682 0200 | 2738 9752
Novidades Computer ID

Aumenta o uso da biometria nos serviços de saúde

O uso da tecnologia biométrica na área da saúde tem crescido ao longo dos últimos anos, como consequência do amadurecimento dos requisitos regulatórios. Nesse ambiente de missão crítica, gestores de hospitais, clínicas e laboratórios têm de contar com uma tecnologia de autenticação que seja totalmente eficaz, facilitando vários processos e impedindo eventuais fraudes. A biometria vem sendo principalmente usada no acesso a determinados setores críticos, medicamentos, equipamentos e registros médicos, sem interromper o fluxo de trabalho.

De acordo com Juan Carlos Tejedor, executivo da divisão de biometria da HID Global para a América Latina, a tecnologia de imagem multiespectral é a que oferece melhor leitura da impressão digital já na primeira tentativa de uso, enxergando tanto a camada superficial da pele como uma segunda camada mais profunda. “Essa tecnologia vem sendo adotada nos sistemas de saúde principalmente para controlar a distribuição de medicamentos em cada andar dos hospitais e também para assegurar o acesso dos pacientes aos serviços de saúde. Em linhas gerais, esse maior controle previne erros médicos e impede o acesso de pessoas não-autorizadas a determinadas substâncias controladas”.

Mais do que tornar alguns processos mais rápidos e confiáveis, a tecnologia adotada pela HID Global é a única capaz de ler impressões digitais da mão enluvada – situação muito comum na área da saúde. “Além do uso de luvas, a higiene frequente das mãos, o uso intensivo de produtos químicos e de limpeza, dedos úmidos ou secos, além de uma ampla gama de dados demográficos de usuários, tornam o registro e a autenticação biométricos complexos e desafiadores. A biometria baseada em imagem multiespectral proporciona desempenho superior e confiável em todas essas situações”, diz Tejedor.

Outro ponto importante é a segurança do acesso a substâncias controladas. A facilidade e a conveniência são características prioritárias nesse tipo de implantação em que, por exemplo, alguns enfermeiros precisam ter acesso várias vezes ao dia a determinados medicamentos controlados. O executivo da HID Global chama atenção também para a prescrição eletrônica e o acesso a registros médicos – que são atividades fortemente regulamentadas e também estão sendo apoiadas pela autenticação biométrica. “A maioria das tecnologias adotadas pelos hospitais permite fácil integração com sensores de impressão digital. Isso significa que a identificação e o gerenciamento do acesso estão sendo protegidos e simplificados com o simples toque de um dedo”.



« Voltar